Acontece

Ensino

Colégio Integrado oferece curso de Robótica

Atividade extracurricular estimula a criatividade e auxilia no desenvolvimento dos alunos

Colégio Integrado

publicado em 16/04/2018 14h20

Não é de hoje que os robôs mexem com o imaginário das pessoas. Seja nos filmes de ação ou em ficções futurísticas, as máquinas provocam curiosidade e encantamento. Agora, imagine construir essas máquinas e robôs com as próprias mãos. Essa é a proposta do curso de Robótica, oferecido pelo Colégio Integrado, de Campo Mourão (PR). A atividade desenvolvida pela Instituição oferece aos alunos a oportunidade de montar, programar e desenvolver robôs.

O projeto, neste formato atual, teve início no começo do ano letivo de 2018 e já está apresentando resultados positivos. A diretora do Colégio Integrado, Ana Paula Previate, diz que há uma série de benefícios aos estudantes que participam da atividade. "A Robótica desenvolve toda a parte criativa dos alunos, o raciocínio lógico, além da concentração. Todos esses benefícios são levados não somente para a sala de aula, mas também para a vida desses estudantes", garante Ana Paula.

Em sala de aula, toda a criatividade da criançada é usada para montarem os robôs e trabalharem nos projetos. O professor responsável pelas aulas, Anderson do Prado Silvério, garante que os alunos são estimulados o tempo todo a trabalharem em equipe. "Normalmente, eles são divididos em grupos de três crianças. Um é o programador, que trabalha no computador. Outro é responsável por organizar as peças Lego que são utilizadas e o terceiro é o montador. Todos eles trabalham com o objetivo comum, que é montar os robôs e encontrar soluções para os problemas apresentados", afirma Silvério.

Todo o material utilizado é de uma parceria da Positivo Tecnologia Educacional e da Lego, empresa responsável pelos famosos blocos de montagem. O material é muito prático e fácil de ser utilizado. Assim que um projeto é finalizado e os robôs "ganham vida", a alegria é geral. "Esse é o principal benefício que a Robótica pode proporcionar. Os alunos trabalharem juntos e verem o resultado dos esforços de cada um deles é muito importante. Além disso, isso estimula ainda mais a criatividade e as habilidades de cada um", explica Silvério. 

O projeto conta atualmente com cerca de 15 alunos do Fundamental I matriculados. Por se tratar de uma atividade extracurricular, há um custo e as aulas são realizadas no contraturno. Além disso, a Robótica não faz parte da grade obrigatória do Colégio Integrado, pois, para a diretora, Ana Paula Previate, é preciso respeitar as características de cada aluno. "Os nossos estudantes tem aptidões diferentes, por isso, nós não tornamos o ensino da robótica obrigatório, já que eles devem ter uma pré-disposição para a atividade proposta", garante Ana Paula.